Google+ Followers

terça-feira, 21 de agosto de 2012

OVNIS

Óvnis e Alienígenas constituem uma “grande ameaça externa” que poderia servir de motivo para instituir o Governo Mundial tão almejado pela Elite Globalista.

UFO


ISRAEL, AUSTRÁLIA, MÉXICO, NORUEGA, RÚSSIA, EUA, CHINA, AMÉRICA DO SUL…
A mídia internacional tem abordado intensamente os frequentes avistamentos de óvnis que têm acontecido em vários países nos últimos anos. Existe algum objetivo desconhecido por trás disso, já que a mídia de massa cobre somente o que interessa à elite globalista?



Caso estas aparições representassem mesmo a chegada de verdadeiros extraterrestres, a mídia de massa esconderia isso da população, pois a elite globalista não tem interesse algum em nos prevenir contra qualquer coisa que possa nos aniquilar. Muito pelo contrário, ela quer mesmo é exterminar mais de 80% da população global, conforme dizem seus próprios documentos e declaram personalidades como Ted Turner. Sabemos que as intenções da elite globalista são maléficas por natureza. Então quais seriam as possíveis explicações para as imagens que têm sido vistas na internet e nos canais internacionais?
Para a última questão, deve-se considerar que as tecnologias divulgadas como sendo “de ponta” por grandes agências espaciais como a NASA têm um atraso de 30 anos, segundo fontes ligadas ao jornalista Alex Jones. Em outras palavras, os aviões e foguetes mais recentes que vemos ser utilizados nas coberturas de guerra ou nos filmes de Hollywood são de tecnologia ultrapassada, desenvolvida há 30 anos. O que foi inventado, projetado, fabricado e testado depois, no decorrer destes 30 anos, não é divulgado ao público. Mas nós observamos esta tecnologia lá no céu, ou nas imagens do YouTube, e achamos que são homenzinhos verdes que vieram nos visitar.
Por que a elite não divulga estas tecnologias? Entenda que faz parte da filosofia da elite globalista, que é maníaca por controle, esconder do restante da população qualquer tipo de conhecimento que possa fazer com que a sociedade evolua como um todo. Porque ela é formada por indivíduos que têm obsessão em manter o poder exclusivamente em suas mãos, que querem traçar o destino da raça humana e que têm a pretensão de se tornarem deuses imortais, literalmente. Compartilhar estes conhecimentos com o restante da população seria abdicar do poder que eles possuem, pois assim perderiam a exclusividade do uso, controle e aplicação destas tecnologias cujas pesquisas eles financiam.
Por possuir este perfil doentio, a elite globalista sente uma necessidade compulsiva de controlar tudo. Essas pessoas não sentem prazer em compartilhar, dividir e fazer o bem. Elas não veem beleza na vida, nem na humanidade, nem no ser humano, individualmente. Na realidade, elas valorizam, financiam e criam a degeneração que vemos nessas novas tecnologias, como vacinas, transgênicos e seres híbridos, e na cultura que seus meios de comunicação propagam.
Então é possível que essas aparições sejam tecnologias secretas desenvolvidas pela Nova Ordem Mundial durante os últimos 30 anos. Por outro lado, não há nada de concreto e público que evidencie a existência de vida inteligente extraterrestre, nem a invasão de seres de outras dimensões. Estas teorias, por questões de probabilidade, mereceriam menor atenção. Mas ainda assim a mídia levanta estes cenários e não menciona a possibilidade de que os óvnis avistados sejam tecnologia humana altamente avançada, seguindo uma pauta pré-estabelecida.
A explicação para o alarde feito pela mídia quanto a essas aparições pode ser encontrada no “Relatório de Iron Mountain”, publicado em formato de livro em 1967 e financiado pela elite globalista. Este relatório traça vários cenários através dos quais se poderia estabelecer um Governo Mundial, totalmente centralizado, num mundo onde as nações não teriam mais soberania e estariam sujeitas às decisões de burocratas não eleitos que comporiam os quadros desta organização. O relatório argumenta que a instituição de um Governo Mundial deveria ser feita de forma gradual e camuflada, e que deveria conquistar o apoio da maioria das populações de todos os países, as quais seriam submetidas a uma forma moderna de escravização. Para isso, conforme comprovam experiências históricas, seria necessário propagar medo generalizado através de uma grande ameaça, ou ameaça externa, que não precisaria ser necessariamente verdadeira, mas que deveria transmitir credibilidade, para fazer com que a população mundial se unisse em torno da causa do Governo Mundial. Fazendo uso da desgastada, porém ainda eficiente, técnica chamada Problema-Reação-Solução: o problema seria a grande ameaça, ou ameaça externa; a reação seria a população mundial pedindo aos governantes que façam alguma coisa, qualquer coisa, inclusive abolir direitos fundamentais do ser humano e a soberania das nações, para resolver este problema; e a solução seria a constituição de um Governo Mundial, que é a principal meta da Nova Ordem Mundial. Mas o que poderia ser considerado uma ameaça externa a um Governo Mundial?
O relatório menciona que uma invasão extraterrestre seria uma possibilidade, e elabora um cenário no qual seria possível constituir a centralização de poder em um Governo Mundial encenando uma falsa invasão ou ataque à Terra, orquestrada por supostos alienígenas. Os autores do relatório descartaram esta possibilidade porque ela teria um problema de credibilidade. Provavelmente àquela época, uma questão de inviabilidade tecnológica impediria que este plano fosse posto em prática. Acontece que hoje a tecnologia está muito mais avançada, não somente a tecnologia espacial e aeronáutica, como também a holográfica e a de controle da mente, o que valida a hipótese de que este cenário pode estar sendo aplicado neste exato momento.
Entre outros cenários considerados pelos autores deste relatório para motivar a população do planeta a apoiar um Governo Mundial, encontram-se guerras intermináveis, pobreza generalizada e ameaças ambientais, ou o ambientalismo (aquecimento global e mudanças climáticas).
Nas palavras do Coronel Fletcher Prouty, “Nada simplesmente acontece; tudo é planejado.” Se aparições de óvnis estão acontecendo em massa, e se isto está sendo alardeado pela imprensa convencional, guardiã da Nova Ordem Mundial, devemos aguçar nossos sentidos, entender como isso se encaixa na agenda globalista e alertar todos que estão à nossa volta. Resistência é vitória!